Estudar em Londres

Como aprender Inglês sozinho | O plano infalível para você sair falando

by

[ssba-buttons]

Pois bem amigos, aqui é o Otávio estamos de volta na missão e hoje eu quero compartilhar com vocês como aprender a falar inglês sozinho, sobre a minha experiência e como isso pode muda sua vida por completo aqui em Londres.

Rapidamente, pra dar um contexto pra vocês, quando cheguei em Londres a minha primeira grande frustração foi não conseguir me comunicar direito. E isso obviamente acaba impactando toda a experiência –  pessoal e profissional, ou seja, a porra toda.

Eu, assim como muita gente, ACHAVA que tava demaizão já no Inglês e que iria tirar de letra, mas a verdade é que o Inglês que eu tinha na bagagem dava só pra pedir água mesmo, ainda assim com uma certa dificuldade.

O fato é, pra que eu tivesse uma vida social e profissional que atendesse as minhas expectativas eu teria que aprender o Inglês correto, fino e não o Inglês da sobrevivência.

Logo, eu tracei um plano, detalhando tudo que eu teria que fazer pra aprender de uma vez por todas esse negócio, e a partir de agora vou dividi-lo com você!

Venha comigo nessa aventura.

1 – QUAL SEU OBJETIVO?

como-aprender-ingles-sozinho

Bom vamos lá, qual foi a primeira coisa que eu fiz quando cheguei?

A primeira coisa que eu fiz chegando por aqui foi procurar por um curso de Inglês, levando em consideração a grana disponível vs o tempo disponível – porquê eu iria começar a trabalhar também. Logo, nas minhas pesquisas eu acabei optando por um College.

Colleges são similares as escolas técnicas do Brasil e que oferecem um monte de cursos – em todas diversas áreas, dentre eles os de Inglês e com o preço muito mais acessível do que as escolas particulares ou universidades. 

Você precisa matricular em escola particular ou em um College? Não, depende do seu objetivo. No meu caso como meus objetivos são acadêmicos e profissionais e eu preciso do certificado válido, eu optei por seguir esse caminho.

  1. Lista de Colleges em Londres

Outra coisa importante, você precisa pagar pra estudar? Não, aqui temos escolas que oferecem cursos DE GRÁTIS. Dá uma olhada nessa escola aí ó:

  1. Curso gratuito de Inglês em Londres

As vezes a galera sai gastando grana com Intercâmbio e não pesquisam opções mais em conta, gastando muita grana e não tendo o retorno esperado. 

Pelo amor de Jeová, não to dizendo que Intercâmbio é ruim, mas pra quem tá com a grana curta e quer estudar fora, existe luz no fim do túnel.

Então assim, primeira coisa, qual é seu objetivo? Profissional, acadêmico? Só conversação ou quer aprender a escrever, a debulhar na gramática? Dependendo da resposta você vai precisar tomar caminhos distintos pra otimizar ao máximo seu aprendizado e não perder tempo.

A verdade é que se você quiser mesmo você aprende Inglês sozinho(a), e os próximos passos do meu plano vão te ajudar nisso.

2 – MERGULHANDO NO INGLÊS

se-joga-no-ingles

Ponto importante. Quer aprender inglês? Coma, respire, injete, fume Inglês – acho que foi um pouco pesado… Mas você entendeu né?

E não adianta ir pegando tudo que você na frente em inglês porquê provavelmente você vai achar chato. Conteúdo chato em inglês é igual conteúdo chato em português, só que em inglês, entendeu?

Procure encontrar e deglutir conteúdos que sejam interessantes pra você, como por exemplo:

  • Livros do seu agrado: provavelmente existem livros que você já leu e que são originalmente em inglês, melhor ainda, vai lá e leia a versão gringa. Você vai aprender entender mais facilmente, pois você já sabe do contexto.
  • Netflix: mete o audio em inglês, legenda e português pra começar. Depois coloca a legenda em inglês e vai parando e pesquisando as palavras, entendendo o contexto dos diálogos e por fim tira a legenda e veja a magica acontecer. O tempo que vai levar depende da sua dedicação. Mas que dá certo dá, é uma excelente técnica.
  • Letras de música: ao invés de você ficar no embromation, vai lá (Sites como Vagalume, por exemplo), leia as letras das músicas que você curte, tente entender as palavras, as pronúncias, depois leia as traduções. Anote tudo e tente cantar você mesmo – mas cuidado pra não assustar ninguém com sua voz.

3 – NÃO SEJA COVARDE, SE EXPONHA!

nao-tenha-medo-de-falar-ingles

Outra coisa extremamente importante que eu prometi pra mim mesmo era que eu iria me expor. 

Eu iria parar de arregar pros gringos, assim como havia feito em algumas viagens e deixado o diálogo com quem sabia falar inglês. Aí ficava lá, a deriva, evitando o contato…

Fale em inglês sem medo, não tem problema errar falando, ou cantando igual a Sol, lembra? A partir daí você vai aprender, nem que seja na marra. Se exponha, se envolva com os gringos, vai na mímica se precisar no início, mas não tenha vergonha e nem medo, porquê eles vão achar muito massa sua atitude de querer fazer parte e de mostrar que se importa em ser comunicar direito e vão te dar uma PUTA duma ajuda. 

4 – Seja maior que suas desculpas

seja-maior-que-suas-desculpas

Desculpinhas esdrúxulas, elas não existirão mais depois desse tópico.

Ah Otávio, sou pobre não tenho dinheiro pra pagar curso de inglês nenhum não. To custando a repor a chinela que estourou ontem, vou pagar curso de inglês?

Ok, só no Youtube você encontra centenas de canais ótimos que dão de graça conteúdos muito bons, como por exemplo:

  1. Carina fragoso
  2. Small advantages
  3. Tim explica
  4. James ESL
  5. Papa English
  6. BBC

Ah você tá falando aí pra misturar com gringo… não sou playboy nem patricinha pra viajar, pra fazer intercâmbio, tá osso até de descer pra Coromandel, vou viajar pra gringa, irmão?

Bom, tirando o fato que você pode viajar sim pra onde quiser gastando pouco e tendo experiências muito fodas – a gente vai falar mais disso aqui, mas de antemão eu quero que você assiste meu camarada Cadu Cassau do Canal “Se joga cara”, e depois me conta se isso é desculpa. 

Mas enfim, existem também centenas de sites legais que conectam você com gringos em qualquer parte do mundo para vocês conversarem pela internet – então nem precisar sair da sua cidade você precisa, dá uma olhada nesses sites e apps aqui.

Mas meu problemas é tempo, eu trabalho igual um jumento todo dia, nem vejo minha mulher/marido mais, nem sei se sou casado(a) ainda, vou arrumar tempo onde?

Bom, se você está lendo esse post, você provavelmente já leu uns 32 antes e vai ver mais uns 12 depois então tempo também não é desculpa, planejamento é a palavra, afinal de contas com o inglês sua vida profissional vai melhorar bastante, eu garanto.

5 – Fale inglês ou morra tentando

fale-ingles

Pra fechar hoje esse post, a última e importantíssima tática do plano.

Não desistir por mais que pareça difícil e que esse troço não entre na sua cabeça, porque uma hora vai entrar e vai ser natural. Você vai começar a de fato pensar em inglês, a falar inglês…

Eu lhe digo com conhecimento de causa, por mais que eu tenha evoluído um absurdo até aqui aplicando essas táticas eu ainda sei que tem coisa demais pra aprender – o processo é contínuo, e ainda me frustro muito em certos momentos que eu não entendo PORRA nenhuma do que tá rolando, principalmente quando só tem gringo conversando. Mas to lá, envolvido até os ossos querendo trocar ideia, querendo entrar na porradaria.

E é aí que entra a disciplina. Se você não for fiel ao plano e não obedecer o método – você mesmo pode criar o seu, e reservar pelo menos uma hora do seu dia, TODOS os dias pro inglês, desculpa mas aí não tem milagre mesmo. 

Portanto, a mensagem é aprenda inglês ou morra tentando.

Por hoje é só e eu fico por aqui, espero que tenha ajudado e contribuído nessa nova fase da sua vida em que você passará a mandar muito no inglês!

Quer receber dicas exclusivas sobre estudos aqui em Londres? É só se inscrever de grátis na minha lista de email aí embaixo e pronto! Aproveite!

Otávio Piazzi
Otávio Piazzi
Otávio é fundador do UAI Londres, Consultor de negócios digitais e ajuda Brasileiros que desejam morar na Inglaterra a se adaptarem rapidamente para conquistarem todos os seus objetivos na terra da Rainha.
0
Gostando desse post? Clique aqui e comente!x
()
x